quarta-feira, maio 07, 2008

Os Dias Antes da Paternidade – Parte 10

Além de uma maratona (ver semana passada) uma gestação também é uma seqüência aparentemente interminável de exames, dos mais variados. Começa antes da gestação propriamente dita e vai até o nascimento do(a) herdeiro(a).

Lembro de um grande amigo meu que, já pai de um garoto, me contava da gestação da esposa, e fez um comentário que não esqueci: disse que ela fez muitas ecografias, quase toda semana, um exagero.

Não sei a experiência de outros pais, mas percebi nesses meses de espera que PUTA MERDA, como são poucas as ecografias.

Deixa eu explicar.

Como todos sabem, o pai não sente nada durante a gestação. Fisicamente falando, claro. Porque a quantidade de sensações que a gestação produz no futuro pai é imensa e talvez até difícil de explicar. Prometo que outro dia faço essa tentativa. Por agora, falo de sensações físicas.

As pessoas costumam dizer que muitas vezes o pai ganha tanto peso quandto a mãe. Acontece, certamente, mas não foi o caso aqui em casa, apesar do que possam dizer as más línguas. De qualquer maneira, a falta de sensações físicas no pai deixa o cidadão completamente perdido. Será que está tudo bem? Sente alguma coisa diferente? Ficamos no ar. O que fazer, então?

No nosso caso, eu perguntava. “Tudo bem?”, foi o que mais se ouviu aqui em casa nas semanas que se seguiram ao diagnóstico da gravidez. Insegurança, claro. Principalmente levando-se em conta o episódio do ano anterior, quando houve a gravidez que não evoluiu.

Pelo cronograma habitual, são apenas três ecografias durante a gestação: a primeira, até doze semanas, serve para datar a gestação, verificar se é única ou múltipla, e para ver se há alguma anomalia. A segunda, entre dezoito e vinte e duas semanas, é o estudo morfológico do bebê, que avalia os órgãos, seu crescimento e – se quiser – descobrir o sexo do bebê; e a última, entre vinte e oito e trinta e duas semanas, para avaliar o crescimento do feto, maturação e fluxo da placenta. Essas são as básicas, três ecos em nove meses.

MUITO POUCO!

Claro que uma por semana é meio exagerado, mas que seria bom, ah seria. Ou, melhor ainda, ter um aparelho de eco em casa. Seria PERFEITO. Dizem que o Tom Cruise comprou um aparelho de eco para ter em casa quando sua esposa estava grávida.

Veja só, quem diria que ele não é tão for a da casinha assim…

Até.

Um comentário:

Monique disse...

Queria saber exatamente o dia que vcs chegam ? Tens nosso contato ?
Podemos buscá-los no aeroporto ? até....