domingo, dezembro 19, 2004

A Sopa 04/22

Foi uma viagem de trabalho, essencialmente.

Ainda bem antes de vir para o Brasil para passar doze dias, eu imaginava que teria muito tempo para reencontrar muitas pessoas, rever os amigos todos, participar de muitas confraternizações, muitas e longas conversas e tal. Ledo engano. Era uma viagem de trabalho, mesmo.

Já tinha percebido isso antes das vinte e quatro horas de trânsito entre Toronto e Porto Alegre. Queríamos reunir a banda, tocar - quem sabe um "showzinho" - ou mesmo gravar um segundo CD. Impossível, não haveria tempo. Mal tivemos tempo de nos encontrar. Ao menos sentamos e conversamos, até alguns planos fizemos. Teve outras pessoas com quem nem isso consegui.

Peço desculpas aqueles a quem não pude encontrar, e nem ao menos telefonar. Não foi uma viagem de férias, vim a trabalho e já estou indo embora de novo. Quando volto? Possivelmente em abril, se tudo correr bem, para o meu aniversário, mas não posso prometer. Talvez não consiga, e aí não tenho idéia de quando farei uma visita de verdade, com tempo de encontrar todos, alguns chopes, algumas conversas, cafés, se for inverno, churrascos e chimarrão com certeza.

Embarcamos - a Jacque vai comigo - nesta segunda à noite em direção à Nova York, onde vamos encontrar com os meus pais - que já estão lá desde sábado - para o Natal e o Ano Novo na casa do Neni, meu irmão, que mora lá há quase dois anos (ou mais, já não tenho certeza).

Toronto, dia 02 de janeiro. A Jacque fica comigo lá até dia 14. Vai dar um toque feminino ao apartamento, torná-lo menos acampamento. Vou estar trabalhando neste período, mas tudo bem. Muito trabalho é o que me espera, e tenho a obrigação moral de produzir muito, porque vou me cobrar como nunca. Vou ter espaço, contudo, para os meus projetos paralelos. Com o tempo, vou dividindo com todos os meus planos e novos objetivos.

Está terminando o ano e também um ciclo na minha vida. Dia dezessete, sexta-feira passada, completei dez anos de formado, um bom momento para parar e reavaliar a trajetória, saber se estou onde planejava e visualizar onde quero chegar.

Como quase sempre na vida, as coisas aconteceram de forma que não imaginava, mas de uma maneira positiva. E, melhor de tudo, sem que eu abdicasse de minhas convicções. A estrada pode ter sido mais longa e sinuosa, mas não foi preciso vender a minha alma ao diabo. Nem migrar para o lado negro da força.

Acho que até aqui valeu.

7 comentários:

Anônimo disse...

Tadday :
Espero que tenhas um grande natal e um muitíssimo feliz ano novo ao lado da família, da "Jaquinéia" e do teu novo amigo Saci ! 2004 não foi um ano tão bom pra mim, mas foi cheio de mudanças. Espero que em 2005 as coisas se consolidem e possamos, na tua próxima vinda, confraternizar da maneira adequada.
Um comentário - A noite de PoA continua a mesma!
Um grande abraço do Jéferson !

Comedida disse...

Realmente, pensei que poderímaos fazer uma "festinha" de retorno breve, mas certamente em ABRIL estaremos todos aqui te esperando para ouvir tuas histórias do primeiro mundo. Enquanto isto vamos nos informando n'A Sopa mesmo!
Feliz Natal e Ótimo 2005 para ti e para a Jacque, minha COMpanheira de fé!
Beijo, Aline e Vini!

Monique disse...

Oi MArcelo,
Só o PHD já valeu sua viagem, não é mesmo. Alias vc foi na hora certa, hoje fazem -24 graus com sensação de -37 graus.
Que bom que a Jacque vai vir, nada como um toque feminino.
abraços ,

Anônimo disse...

Marcelo

Descobri seu blog hoje e não consegui parar de lê-lo. Muito legais as suas histórias. Você diz que o desejo do escritor é ser lido. Conseguiste mais um leitor ;-)

Sou de Porto Alegre e estou com o processo de imigração em andamento. Pretendo ir para Toronto no segundo semestre de 2005, se tudo der certo.

Parabéns pelo doutorado.

Um abraço do conterrâneo.

Matheo
matheo@brturbo.com

Anônimo disse...

e-migrante http://e-migrante.zip.net/

Cara... pena q não deu pra tudo, mas já deve ter sido bom transitar por terras tupiniquins..... espero q vc possa se acertar nos próximos dias e produzir tudo q precisa. Abraços!

Mauricio V. Almeida disse...

Marcelo. Um Feliz Natal em familia para você e aproveite NY pois eu acho que deva estar um pouquinho mais quente do que Toronto. Um Abraço.

Anônimo disse...

e-migrante http://e-migrante.zip.net/

Feliz Natal ai em NY Marcelo. aproveita bastante, e não se esqueça do Dono da Festa, ok? Abraços!