domingo, abril 16, 2006

A Sopa 05/39

Páscoa.

Não sei se vocês sabiam, mas TODOS os filmes são rodados aqui em Toronto ou, expandindo um pouco, em Ontário. Todos. Pense num filme e a resposta é sim, ele foi rodado aqui. Podemos até assisti-lo juntos, que eu vou provar isso.

Eu, ingênuo, nunca tinha me dado conta disso, até que o Henrique e o Rafael me revelaram essa informação. Eu não deveria espalhar a informação, mas vocês sabem como eu sou, esse meu espírito de jornalista. Chegou a hora de contar a verdade.

Ontem, por exemplo.

Ontem foi possível visitar as locações de alguns filmes recentes e outros mais antigos. Tudo no mesmo dia. Vocês acham que o “Senhor dos Anéis” foi rodado na Nova Zelândia? Que os filmes sobre o Vietnã foram rodados em algum outro local que não Ontário? Esqueçam todos foram feitos aqui na província, há cerca de 300km de Toronto.

Chama-se Algonquin Provincial Park, e tem 7725km2 de área.

Fomos lá, para conhecer uma parte do local e tentar avistar e fotografar algum moose. Lá pelas tantas, paramos no início de uma trilha que parecia tranquila, apesar de a indicação dizer que o nível de dificuldade era moderado. Resolvemos dar um olhada. Entramos na mata, avançamos, avançamos, avançamos e, quando vimos, estávamos longe para voltar. Seguimos adiante, então.

Foram quatro horas dentro da mata fechada! Sem dúvida, a Terra Média é ali. E o Vietnã. E a ilha do King Kong. Bornéu. Sumatra. Sei lá.

O engraçado é que não estávamos (a Jacque e eu, ao menos) assim preparados para fazer uma trilha. Como vou dizer, a Jacque estava com um sapato de plataforma e eu estava com a minha roupa de missa de domingo… Mas foi tudo bem, e muito legal. Passamos por partes com muita neve, gelo, pântanos, várzeas, o que imaginarem (fotos nos próximos dias).

Lá pelas tantas, fomos ultrapassados por um trio que também fazia a trilha. Um homem de meia idade, com roupa camuflada, mochila, bússula, facão, acompanhado por duas mulheres, também paramentadas para o atividade. Depois, ainda os ultrapassamos enquanto descansavam e tomavam água. Nos últimos metros de trilha, vínhamos na frente e eles logo atrás. No momento de atravessar um grande charco, eu disse para o Rafael e a Monique irem para chegarem na frente deles no final.

O trecker chegou ao meu lado e comentou, irônico: “Wet…”.

Aquilo foi o limite. Pensei: “Palhaço”, e fui adiante. No final, terminamos antes deles, e não pude deixar de pensar que eu, com minha roupa de domingo, e a Jacque de salto alto, fizemos a trilha mais rápido que o “Indiana Jones”…

Até semana que vem.

2 comentários:

Monique disse...

Depois dessa vcs nunca mais aceitam convite. Mas foi bem divertido, agora falando é claro. bjs,

Rafael Reinehr disse...

Hummm... Não encontraste por lá o Silvester Stallone, preparando o Rambo IV?