domingo, maio 08, 2005

A Sopa 04/42

Eu estava tenso, admito.

Ontem, em determinado momento da tarde, sozinho na cozinha, enquanto os outros preparavam o salão de festas para a festa, me arrependi de ter topado fazer a sopa. E prometi a mim mesmo que nunca mais ia fazê-la.

Tinha acabado de experimentar a sopa, já acondicionada na grande panela que tinha vindo de Brampton – obrigado ao casal João e Ana Paula – e não tinha gostado. Para ser mais exato, àquela altura da tarde já não sentia gosto de nada. Não estava boa, ia dar errado, fracasso. Em silêncio, pensei em simular uma urgência médica e fugir dali. E do Canadá. Mudar de nome, entrar num programa de proteção aos cozinheiros frustrados. Sei lá.

Logo após, chegaram a Lúcia – dona da cozinha e uma das organizadoras, ao que agradeço também – e a Ana Raquel – que, junto com o Heitor, fez as compras comigo – e pedi para elas experimentarem. Disseram que, após acrescentar um pouco de sal, estava boa. Experimentei de novo e não senti gosto de nada. Só podia ser uma coisa: ageusia, eu havia perdidoo paladar! Ou a sopa não tinha gosto. Paciência, não havia mais nada que pudesse fazer… Desci com a Ana Célia (quem realmente organizou a sopa) até o salão de festas, e chegando lá percebi no que tinha me metido: eu (e a sopa) era esparado por todos.

Foi bem legal, mesmo. Foram cerca de trinta e poucas pessoas, entre blogueiros e simpatizantes, e teve blogueiros de que vieram de Ottawa especialmente para o evento. Alguns novos no país, com até menos de um mês aqui. Como nos outros encontros, conhecemos pessoalmente pessoas que já conhecíamos dos blogs.

Esse é um fato que cada vez mais vai ser estudado: os blogs como catalizadores da formação de comunidades reais. É o que vem acontecendo aqui. Se por um lado se diz que a internet torna as pessoas mais solitárias, mais retraídas, por outro é claro o efeito agregador que ela tem, e os blogs - muito mais que Orkut, por exemplo – são o exemplo disso.

As pessoas têm usado os blogs para obter informações sobre o país, para esclarecer dúvidas, para contatos mesmo antes de imigrarem para cá. Ao chegar no país, já têm algumas referências, alguns conhecidos. E, para quem mora aqui, mesmo que temporariamente como eu, os blogs têm se tornado um forma de integração com outras pessoas. Dos comentários nos blogs, aos primeiros encontros dos blogueiros até o evento de ontem, foi uma evolução. O número de presentes cresce a cada encontro, e está se formando um comunidade real.

A Sopa de Ervilhas do Marcelo entra justamente aí e cumpre seus objetivos. Ela surgiu há 9 anos exatamente como uma idéia: reunir as pessoas, agregar, estreitar laços. Porque a intenção sempre foi essa, que a sopa fosse mais do que uma janta, uma refeição. Que ela fosse um evento de celebrar a convivência entre amigos. Velhos ou novos. Virtuais que se tornam reais.

Importada do Brasil, a sopa atingiu os seus fins.

Bom, e se o Pedro e o Ken (que não gosta de ervilhas) gostaram da sopa, então posso ficar tranqüilo…

12 comentários:

Aninha disse...

Eu gostei! Pode ficar tranquilo, porque todo mundo gostou de verdade!

Mel Stevens disse...

Oi Marcelo,
Obrigado por ter nos convidado. A sopa estava uma delícia. Quero a receita!!
Depois que todo mundo já estava tomando sorvete eu ainda fui tomar mais um pouquinho de sopa, discretamente...rs...
Acho que você tinha que fazer "A sopa bimestral do Marcelo". Vou iniciar a campanha!!
Obrigada mais uma vez.
Beijos,
Mel

Ana Celia disse...

Oi Marcelo,
adorei ter te ajudado na tao famosa (quanto deliciosa) Sopa de Ervilhas do Marcelo!

Sempre que precisar pode contar conosco!

Bjs,
Ana

Lucia disse...

AAAAhhhh, a sopa estava uma delicia. Thanks por topar fazer a sopa! E sorry pela minha cozinha pobre, heheheh.

Beijos!

Luly :) disse...

Oi, Marcelo!

Eu não provei, mas pelos elogios, deve ter ficado mesmo muito boa!!! Se continuar sendo anual, no ano que vem não pode faltar quando eu estiver por aí, hein?! A-DO-RO sopa!

Bjoca

Luly :)

Monique disse...

Oi Marcelo; A sopa estava muito boa. Alias sabe qual será meu almoço de hoje ???? bjs,

Camilo Leite disse...

Fala Marcelo,
a sopa estava uma delicia.
Ate minha esposa, enjoadissima com a gravidez, repetiu 2 vezes.
Estou com a Mel, precisamos fazer a sopa a cada 2 meses :)

abraco, Camilo

Anônimo disse...

Oi Marcelo!!!!
Olha só , moro em BH e estou me organizando para passar uma temporada ae no canadá.. Estudar etc...
Queria uma dicas do tipo: moradia, passagem, escolas, clima, etc...
Então fico no aguardo de um retorno seu.
sarahcris20@yahoo.com.br e scris201@hotmail.com

Camilla disse...

Oi Marcelo,

Sua sopa foi um sucesso!!
Adorei ter lhe conhecido, juntamente com a turma toda!!
Obrigada!

Ninne disse...

Ih, Marcelo, pelas "criticas" que vi, a sua sopa foi um sucesso mesmo.:) E eu fiquei frustrada porque, como jah tinha dito, fazia uma semana que sonhava com ervilha, estava louca pra ir, e na ultima hora nao deu.

Mas adorei principalmente os dois primeiros paragrafos, descrevendo a sua angustia, ahahah. Tantas vezes me senti assim, tantas vezes. Mas foi um sucesso, entao tah tudo otimo, neh:)

Anônimo disse...

Oi Marcelo,

Adoramos a sopa. Muito obrigada pela referencia ao Pedro tambem...

Abracos,

Rejane, Pedro e Bruno

Ana Paula e João disse...

Mais uma vez, obrigada!

A sopa estava uma delícia e o sucesso do encontro, é indiscutível. O dia estava perfeito, o pessoal estava super animado, enfim... precisamos repetir a dose!