quarta-feira, junho 15, 2005

A Velocidade do Som

O título tem pouco a ver com o texto.

Os principais teatros do mundo – os mais importantes e significativos – têm todo um cuidado com relação ao tratamento dado a acústica do lugar. Imagine só a Sinfônica de Berlim tocando e o cara da sexta fila da platéia não conseguindo ouvir direito. Quem tá no mezanino, então, não vai ouvir nada… A acústica de um lugar é importante, concluímos. E isso está certo.

Num teatro, a acústica é desejada e necessária (estou insistindo nisso para marcar posição). Mas tem lugares em que ela não é assim, desejada. Lugares em que não queremos que o som se propague facilmente, nem que pessoas próximas ouçam o som de onde estás. Um bom exemplo disso são os estúdios de gravação ou casas noturnas, em que o isolamento acústico é fundamental para uma política de boa vizinhança. Literalmente. Salas de reunião, quando se quer que o assunto não transponha a sala. E banheiros, evidentemente.

Banheiros públicos não podem ter boa acústica. Em casa, tudo bem, cada um projeto o seu banheiro do jeito que quiser, com hidromassagens, efeitos de eco, o que quiser. Cantores de banheiro (ou mesmo profissionais) devem gostar de um banheiro com acústica. Mas em locais públicos, definitivamente, não.

Pois é.

Estava eu sozinho, tranquilo, pensando na crônica que eu ia escrever hoje, quando entrou no banheiro em que eu refletia sobre a vida, um cidadão, que – graças aos céus – não sei quem é nem nunca vou saber, e sentou no box (como chama? casinha?) ao lado da que eu me encontrava, como disse, pensando em qual seria o assunto da crônica de hoje. Foi quando descobri a acústica do local…

Nunca mais, nunca mais.

Até.

2 comentários:

Ana disse...

HAHAHAHAHAHAHHAHAHAAH

Mas voce e homem. Homem tende a ser mais liberal com essas coisas "intestinais".
Pior eu quando vou no banheiro da empresa, DE MULHER, e ouco cada coisa...ai jesus cristo.

Luly :) disse...

Hahahahhhahahhahha!

Show!!

E eu chamo de "casinha" o local, mas o Wander dá risada da minha cara!

Bjo

Luly :)