quinta-feira, março 09, 2006

Dia Oito de Março


Undici anni


O Dia Internacional da Mulher, para mim, tem um outro significado, devo confessar. Foi num oito de março, há onze anos atrás, que eu e a Jacque começamos a nossa história juntos. Então, para mim, o dia oito de março é o dia em que conheci a mulher que seria aquela para o resto da minha vida.

Mesmo porque acho essa coisa de comemorar o dia da mulher é a mesma coisa que comemorar o dia do índio: serve como forma de nos desculparmos. Se ficam felizes comemorando, tudo bem, mas eu não acho tudo isso.

Explico.

Fui criado num ambiente, e acredito que sou de uma geração em que jamais houve qualquer questionamento sobre se as mulheres têm ou não os mesmos direitos que os homens ou, mais importante, a mesma capacidade, inteligência ou qualquer outra característica que sirva para comparações. Existem diferenças entres os sexos? Claro que sim, óbvio. Mas essas diferenças não implicam (ou ao menos não deveriam) em nada mais que isso, o reconhecimento das diferenças.

Certo, talvez a data seja para reforçar essa idéia, até porque há lugares em que isso não é visto dessa forma.

Feliz Dia da Mulher, então.

Volto ao meu dia oito de março particular…

Para celebrar a data, a Jacque me enviou essa foto e uma música por email na madrugada de hoje, e que publico agora.

Te amo, Jacque.


Eu não existo sem você

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos
Me encaminham pra você

Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
Eu não existo sem você



(Nós, há onze anos, na praia)

Até.

2 comentários:

Allan Robert P. J. disse...

Bela homenagem ao dia da mulher. Se cada um procurasse fazer um pouco (ou muito) pelas pessoas que estão em volta, não haveria necessidade de datas especiais.

Monique disse...

Parabéns pelo dia !