quinta-feira, março 30, 2006

Ia acontecer

Eu sabia.

Mais cedo ou mais tarde, eu ia encher o saco da internet. Era inevitável, ninguém agüenta tanto tempo online. Acho que minha cota esgotou.

Não, não vou acabar com o blog.

O que vou fazer é diminuir o tempo que passo lendo outros blogs. Tem uns por aí que dão vontade de a gente se matar. Vou evitar esses, claro. Outros, não dá para deixar de ler.

Vou ser mais criterioso ao separar o joio do trigo.


Eu não gosto do bom gosto
Eu não gosto de bom senso
Eu não gosto de bons modos
Não gosto
Eu aguento até rigores
Eu não tenho pena dos traídos
Eu hospedo infratores e banidos
Eu respeito conveniências
Eu não ligo pra conchavos
Eu suporto aparências
Eu não gosto de maus tratos
Mas o que eu não gosto é do bom gosto
Eu não gosto de bom senso
Eu não gosto de bons modos
Não gosto
Eu aguento até os modernos
E seus segundos cadernos
Eu aguento até os caretas
E suas verdades perfeitas
O que eu não gosto é do bom gosto
Eu não gosto de bom senso
Eu não gosto de bons modos
Não gosto
Eu aguento até os estetas
Eu não julgo a competência
Eu não ligo para etiqueta
Eu aplaudo rebeldias
Eu respeito tiranias
Eu compreendo piedades
Eu não condeno mentiras
Eu não condeno vaidades
O que eu não gosto é do bom gosto
Eu não gosto do bom senso
Eu não gosto de bons modos
Não gosto
Eu gosto dos que têm fome
Dos que morrem de vontade
Dos que secam de desejo
Dos que ardem…


Eu estou cansado dos politicamente corretos...

Pergunta

Por quê, quando políticos têm que depor perante à polícia ou uma CPI, eles SEMPRE ficam doentes e conseguem adiamento?

Até.

2 comentários:

Allan Robert P. J. disse...

Tenho vocação para eremita. Mas um eremita diferente, que não vive sozinho. Gosto de gente ao meu redor, mas não muitas nem o tempo todo. Gosto de internet mas em doses homeopáticas. Não me canso das pessoas e acho difícil que um dia me canse de internet. Só uma regra: quando começo a ler algo que não gosto, nem termino. Uso o meu tempo para ler sobre doutores brasileiros que atendem portugueses e italianos no arquipélago de Toronto. :)

Ana disse...

Eu acho que voce tem vontade de se matar quando le o meu, porque nunca comenta!
Pois se nao comenta, nao deve ler.

Ou talvez nao tenha saco pra comentar.

Oh well!