segunda-feira, março 13, 2006

Eu Noel

Não sei se já contei aqui.

Mas eu já fui Papai Noel.

Nada a ver com a época do ano, eu sei. Não é hora de ter esse tipo de lembrança, mas foi inevitável. Estava procurando uma foto por uma razão que não vem ao caso e me deparei com uma minha de – com dizem aqui no norte – Santa Claus.


Não sei se deveria contar aqui, afinal minha afilhada pode ler. Mas eu posso comprovar, se ela quiser explicações, que eu estava autorizado pelo original a representá-lo naquele momento, afinal faltava uma semana para a data, e esses são os dias mais movimentados, duendes fazendo horas-extras, instalações funcionando vinte e quatro horas por dia, essas coisas. E precisavam de alguém para representar o homem naquele dia.

Era a Escola de Educação Infantil Projeto Vida, em que a Kaká, minha muito amada cunhada, irmã da Jacque, é uma das sócias, e era a festa de final de ano. Entre os alunos da escola, a Beta – minha afilhada – e o Bibi, seu irmão. Minha função era, em meio à festa, quando o clímax do evento estivesse se aproximando, sair discretamente do local e vestir a roupa de Papai Noel, cheia de enchimentos para dar a forma robusta esperada do bom velhinho.

Assim o foi, e o Bibi e a Beta não me reconheceram.

Ao olhar a foto fiquei me perguntando: o que será que o fato de já ter sido Papai Noel diz do caráter de alguém?

Coisas boas, espero. Coisas boas.

Até.

6 comentários:

Allan Robert P. J. disse...

Treine muito as minhas receitas e você nem vai precisar de enchimento no próximo Natal.

Monique disse...

Puxa, vc enganou bem as criançinhas, pois vc não tem o menor "tipo" para Papai Noel. bjs,

Ana disse...

Hahahaha, nao teria imaginado voce como papai noel EVERRRRR!

Beijos

Lucix disse...

Nossa. Essa eu tive que vir do bloglines ate aqui para comentar... Voce de Papai Noel? No way... hahahahhaha

Anônimo disse...

...e eu sentei no colo do Papa Noel.

Xú.

spersivo disse...

Meu Deus,
Tomei um susto! Chego aqui e vejo que além de dar sopa o homê já segurou no saco! E ainda espera que seja coisa boa!Mas,agora, sem brincadeira me lembrou um amigo, infelizmente já passado, gaúcho também, o professor Zibetti, que usava uma barba ´tipica de Claus
e nós diziamos que ele dava curso de Papai Noel. Uma sugestão e você pode aproveitar o fato de ter vindo do exterior para dar um certificado de quem tem experiência internacional! Pelo menos me diverti com sua descoberta espantosa de que já foi um bom velhinho. Silvio