terça-feira, março 14, 2006

Humildemente

Eu errei.

Admito, faço um mea culpa, realmente aconteceu. E não tenho vergonha de assumir que estava errado. Aliás não é vergonha nenhuma admitir um erro, uma falha. Todos nós, em algum momento, nos enganamos. Só não admite quem não quer. Ou que não tem humildade bastante para tal. Não é humilhação nenhuma.

É sinal de grandeza, até, se retratar após um erro. Eu nunca perco isso de vista: a minha falibilidade (palavra legal, essa, a qualidade de quem é falível). Quer condição mais humana essa, ser falível?

Pois é, errei.

Não, não sei o quê, quando e nem se fiz algo.

Só queria deixar claro que eu não sou perfeito…

:-)

Enquanto isso no Brasil…

Começou a campanha eleitoral.

O PSDB anunciou o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, como candidato do partido à sucessão do presidente Luís Inácio Lula da Silva, que é candidato mas ainda não anunciou oficialmente.

Como estou voltando ao Brasil no meio do ano, e vou votar, o assunto me interessa muito. Gostei do que ele falou no anúncio de sua candidatura.

Vamos acompanhar os fatos.

Até.

Um comentário:

Luly :) disse...

Esse "doce" que o Lula tá fazendo achega a irritar... claro q ele vai ser candidato a reeleição, não sei pq não assume logo!!

Bjocas