quinta-feira, setembro 01, 2005

De animais de estimação

Computadores são que nem cachorros.

Não, não quero dizer que são os melhores amigos do homem.

Fato: pesquisa realizada na Universidade de Toronto (pela psicologia, acho) programou computadores para aleatoriamente (randomicamente) darem erro, travarem. Selecionaram então pessoas que foram divididas em dois grupos, aquelas que se queixavam que os seus computadores sempre davam erro e aquelas cujos computadores não davam erro, e as orientaram a usarem os computadores programados para darem erro ao acaso.

Analisando os dados, descobriram que – para aquelas pessoas que se queixavam de que os computadores ‘travavam’ mais – eles davam mais erros que para aquelas que não se queixavam. E isso foi estatisticamente significativo. Ou seja, a chance de os erros ocorrerem mais com quem espera que isso aconteça é maior que com quem não espera. E não é apenas o acaso!

Na pesquisa, eles não estudaram o por quê, então podem apenas inferir a razão. Eu não. Eu sei a razão.

Computadores são como cachorros, eu disse. Eles percebem se o seu interlocutor está com medo, ansioso, e seu ataque é uma reação a isso. Sensíveis, essas máquinas de hoje.

Mas isso pode não passar de teoria, admito. É muito mais plausível que as pessoas cujos computadores estejam dando muito problema tenham uma energia negativa (para o computador, para o computador). Algo ralcionado a campos magnéticos. Quando se aproximam de um computador, se altera o equilíbrio tênue que sustenta o universo e então o computador – como o canário da mina, que ao morrer serve de sinal de que algo não está bem – sente primeiro esse distúrbio cósmico e trava. E avisa.

Que é hora de fugir para um lugar seguro.

Até.

PASSAGEM DO TEMPO: DEZ.

UPDATE - A música, a música...

Hoje eu preciso te encontrar de qualquer jeito
Nem que seja só pra te levar pra casa
Depois de um dia normal
Olhar teus olhos de promessas fáceis
Te beijar a boca de um jeito que te faça rir

Hoje eu preciso te abraçar
Sentir teu cheiro de roupa limpa
Pra esquecer os meus anseios e dormir em paz

Hoje eu preciso ouvir qualquer palavra tua
Qualquer frase exagerada que me faça sentir alegria
Em estar vivo

Hoje eu preciso tomar um café, ouvindo você suspirar
Me dizendo que eu sou causador da tua insônia
Que eu faço tudo errado sempre, sempre

Hoje preciso de você
Com qualquer humor, com qualquer sorriso
Hoje só tua presença
Vai me deixar feliz
Só hoje

4 comentários:

Jacque Rizzolli disse...

Hey!!!
Hoje não tem musiquinha prá mim?????
Já chega o que eu chorei com a homenagem de ontem, mais uma dessas e já pro divã, né?
Te amo, te amo, te amo...
A música de hoje, podia ser "Só hoje" do Jota Quest...
beijos Jacque

Jacque Rizzolli disse...

Hoje eu preciso te encontrar de qualquer jeito
Nem que seja só pra te levar pra casa
Depois de um dia normal
Olhar teus olhos de promessas fáceis
Te beijar a boca de um jeito que te faça rir

Hoje eu preciso te abraçar
Sentir teu cheiro de roupa limpa
Pra esquecer os meus anseios e dormir em paz

Hoje eu preciso ouvir qualquer palavra tua
Qualquer frase exagerada que me faça sentir alegria
Em estar vivo

Hoje eu preciso tomar um café, ouvindo você suspirar
Me dizendo que eu sou causador da tua insônia
Que eu faço tudo errado sempre, sempre

Hoje preciso de você
Com qualquer humor, com qualquer sorriso
Hoje só tua presença
Vai me deixar feliz
Só hoje
...Sinto demais tua ausência...volta logo, please...Jacque

Ana disse...

Oie!!!
Vamos pra casa dos sogros, porque foi aniver do marido e do irmao dele no mesmo dia(nascidos com 4 anos de diferenca, esquisitao ne?!) e vamos comemorar.

Mrs. Goethe e um pseudonimo meu, hoho! ;)

Camilla disse...

Concordo com sua teoria!!hahahah!!
E ai, vamos aproveitar o feriadao? Qualquer coisa liga pra gente!