quarta-feira, agosto 31, 2005

Nove anni

Há nove anos era sábado. E chovia.

Horas antes, fui até o local da festa, que deveria estar pronto, só que a equipe que ia colocar o som ainda não tinha aparecido. Se eles não aparecessem, seria uma festa de casamento sem música. Depois da igreja, uma festa à capela, pensei. Azar, não havia nada que eu pudesse fazer naquele momento. Fui para a casa.

Em casa, hora de fazer a barba. Com todo o cuidado, “na ponta dos dedos”. No final, um deslize e craw! um talho no meu pescoço. Uma falta de prática ou um condicionamento cósmico, afinal o meu sogro havia tido o mesmo problema no seu casamento? Não importava muito naquele momento.

Cinco meses antes, quando fui marcar a data, o padre ficou surpreso quando eu disse que queria casar em agosto. “Ninguém casa em agosto”, ele disse, “dizem que dá azar”. Respondi para ele que dia trinta e um à noite já era praticamente setembro, e – além disso – a festa ia começar em agosto e ir até setembro, o que só podia ser um bom sinal, afinal de contas.

Quando a vi pela primeira vez, dia 02 de janeiro de 1995, pensei que ela era muita areia para o meu caminhãozinho. Que eu teria que fazer muito para merecê-la, para ser digno de estar com ela.

É o que venho tentando desde então.

E muito feliz.

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos me encaminham pra você
Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você


Te amo, Jacque.

(você, timido leitor, hoje bem que podia comentar, afinal a data é especial...)

Até

14 comentários:

Anônimo disse...

Felicidades para vc e a Jacque.
Nós também nos casamos em agosto. Havendo amor não importa o mês para realizar a união.

Beijo

Anônimo disse...

Esqueci de assinar acima.

Mel...duh!
meltoronto.blogspot.com

Cláudia Acourt disse...

Parabéns pela data!!!

Luly :) disse...

Que linda a declaração!!!
;o)

Parabéns pelo aniversário!!

Bjocas

Camilla disse...

Que Romantico!! Adorei!!
Parabens e muitas felicidade pra vc e pra Jacque!!

Edgard disse...

Marcelo:

Parabéns a vocês pela data.

Abraços.

Edgard

Mauricio V. Almeida disse...

Não sou um timido leitor mas passei aqui para lhes desejar muitas felicidades. Parabéns.

Queila disse...

Parabens pela linda data!
:)

Q

Ana disse...

AWWWWWWWWWWWWWWWWW!!!!

The cutest EVER! :D

E ai canhoto(eu tambem sou),
Muitas felicidades e que mais 9 anos venham, depois mais 9, e mais 9 e por ai vai...:D

Beijao pros dois!

Lucix disse...

Oooohhhhh, parabens! Felicidades pra vcs!

Patricia disse...

Vocês dois me inspiram!
Eu já disse isso uma vez e volto a repetir: vocês dois são o meu casal virtual preferido.
Muitas muitas e muitas felicidades pros dois.

Patricia

Anônimo disse...

marcelo
puxa a jacque deve ser tão bacana que na minha breve estadia em porto alegre devia te-la procurado...
pois... sorry to say, sem uma referencia de um habitante local foi dificil aproveitar/entender porto alegre...
bjks
parabens
monique

andrea disse...

Marcelo

Linda a sua declaração para a Jacque. Vc tem algum irmão ou parente romântico assim para me apresentar> Brincadeirinha!!!
Parabéns para vcs e que esse maior seja cada vez maior se é que isso é possível.
Beijo

roney disse...

caramba meu..... vai ser romantico e apaixonado assim ao lado de quem você ama... lindo ainda existirem pessoas - em especial homens - que tem coragem de admitir isso. Parabens e felicidades a voces que nem conheço

Roney G. Pereira (de Floripa)