quarta-feira, março 16, 2005

Pop

Como diz Humberto Gessinger, o pop não poupa ninguém.

Sempre lembro desta música quando, apesar de todas as tentativas (mudar de canal, tirar o som da TV, pular as notícias no jornal) acabo sabendo de algo relacionado ao caso do Micheal Jackson.

É impressionante o circo armado em volta do julgamento. Tenho a impressão de que são urubus voando em volta da carniça. É um verdadeiro freak show. Fãs, jormalistas de plantão, curiosos, etc. Todos “querendo sangue”. É o bom e velho fascínio das pessoas em geral pela vida alheia, em especial a dos “famosos”.

Essa atração pela vida alheia é o mesmo, guardadas as devidas proporções, que faz todos reduzirem a velocidade do carro, ou mesmo pararem para poderem ver mehor o acidente na estrada. Mortos? Vísceras expostas? Vamos ver, vamos ver!

Mórbidos somos, admitamos.

De uns tempos para cá, tenho tentado evitar esse tipo de notícia, mesmo que essa seja uma tarefa difícil. Os portais de internet dão ênfase grande a esses assuntos. Fulana de tal foi expulsa do casamento de não-me-interessa-quem. Barraco? Que nada, marketing. O cachê da sem-festa triplicou após o ocorrido. Afinal todos vão comprar a revista em que ela aparece. Dinheiro, dinheiro. É o mercado: se há muita procura, o valor sobe. O lamentável é que há muita procura por esse tipo “produto”…

O Micheal Jackson, de novo.

Ele já é há anos uma caricatura (de péssimo gosto) do que foi um dia. Músico também já não é. Aquilo que está sendo julgado lá na Califórnia é apenas o resto de quem um dia foi o considerado o rei do pop.

E é tudo por dinheiro, também. Não me surpreenderia se as família que deixavam seus filhos ficarem na casa com ele só faziam isso com intenção de extorquir dinheiro um dia, no futuro. Imagino o pai dizendo ao filhinho: “Vai lá com ele que tua universidade estará paga”… Que pais, em são conscência, deixariam seus filhos dormirem na casa de alguém como ele? Será que não imaginavam que ele tinha problemas? TODO mundo via que ele tinha problemas.

Se ele fez mesmo o que estão dizendo que ele fez, e pessoalmente não me interessa se fez ou não, então deve ser condenado e pagar por isso. Mas os pais das crianças, que deixaram elas ficarem na casa com ele, também deveriam ser processados e punidos exemplarmente.

Um comentário:

Monique disse...

Concordo plenamente, acho que os pais das crianças também não deveriam deixar seus filhos dormindo lá . Puro jogo de interesses. bjs,