terça-feira, agosto 09, 2005

Orcute

Uma das características da minha estada aqui no Canadá, além de todas que já comentei aqui anteriormente e muitas que ainda não me dei conta, é que passo muito tempo online. Sou provavelmente uma das pessoas que ficam mais tempo conectado à internet no mundo.

Mas não estou contando vantagem, claro. É uma das circunstâncias de morar sozinho fora do país, nas minha fase de vida, nada mais. Antes era mais tempo em frente ao computador. Desde que o tempo melhorou, desde que comecei a fazer atividade física e – vejam só – desde que comprei a televisão, fico menos tempo navegando pela rede. Ainda assim, é muito.

No início, confesso, além das funções básicas de contato com a família (bendito seja o iChat), notícias do Brasil e do Rio Grande do Sul em especial, usava também para procurar histórias parecidas com a minha, pessoas que estivesse passando pelo mesmo que eu. E até como uma forma de conhecer pessoas. Foi assim que surgiram os EBS (Encontro dos Blogueiros e Simpatizantes de Toronto), assim que conheci boa parte das pessoas com quem convivo por aqui.

Pelo Orkut, o site das comunidades online, passei a frequentar a comunidade ‘Brasileiros em Toronto’ e suas co-irmãs, ‘Brazucas no Canadá’ e ‘Brasil – Canadá’. Parênteses. Não sei por que exatamente, mas não simpatizo com a expressão ‘brazuca’. Sei lá. Fecha parênteses. Além de comunidades de Porto Alegre, Braisleiros no Exterior, etc. Hoje acho que foi demais.

Cansei.

É muito chato, de verdade. Comecei a ler com atenção o que as pessoas comentavam nessas comunidades, passei a comentar também, até que passei a discutir. Foi quando eu vi que eu não aguentava mais isso. Não tinha mais paciência. Já não tenho mais idade para isso. Para quê, exatamente?

Comunidades de Brasileiros em Toronto. Em Toronto! Está claro, não? Uma comunidade de brasileiros que está em Toronto, para discutir coisas relacionadas à cidade. Qual o tópico mais frequente?

Maio (ou outro mês qualquer) de 2006. Eu vou. Uhhuuu!!! Quem vai?

Ou então:

Tô pensando em ir para o Canadá para estudar e trabalhar. Alguém pode me dar uma dica?

Claro que sim. Não precisa nem levantar a bunda dessa cadeira: vai no Goolgle e tecla “Imigração Canada”. Não? Está certo, é mais fácil perguntar aqui e esperar tudo de mão beijada.

Outra comunidade: EU AMO o BRASIL.

Assunto: Qualidades do Brasil?

”Porque no Brasil não tem terromoto e o povo é o mais hospitaleiro. Porque nossas praia são lindas e têm altas ondas.”

“tem mó praias e claro clima proprício para frequentá-las...
comida gostosas e suculentas com muitos temperos(aí q delicia !)”

“A abundância de beleza natural... As prais do Nordeste... As cachoeiras de Minas... O Rio, a Bahia...”


Isso são qualidades de um país? Desde quando? Geografia não é qualidade, é característica…

Muito chato esse papinho, “amo o Brasil, os EUA são o grande demônio, nunca saí do Brasil e nem quero, não conheço e não gosto”.

Estou ficando sem paciência. Ou homesick

Até.

8 comentários:

LCD disse...

hahaha
as comunidades do orkut pra mim servem só pra deixar minha página mais interessante. Não entro em nenhuma comunidade e quando entro penso o mesmo.
Porque não fazem uma comunidade "brasileiros que querem ir pra Toronto" e assim por diante? Eu achei mesmo o fim as comunidades das universidades. Ninguém está lá meu Deus! Só tem brasileiro na UofT? Cansei também.
Mas não pare com os encontros antes de eu voltar pra casa!!! Afinal eles são reais né?

LCD disse...

Peço permissão ao Marcelo pra responder a Jacque aqui.
Jacque minha experiência passa por várias especialidades pois eu fiz estágio em hospital em casa de repouso e em creche. Minha especialização é em familia e casal. eu adoro trabalhar com médicos hahaha. Amava trabalhar na UTI pediátrica e pediátrica cardiológica e acompanhando tratamentos. meu projeto de profissão era fazer terapia de casal e grupos na enfermaria e no ambulatório etc, etc, etc...
xi está ficando longo...
meu e-mail é: lucianadlombard@hotmail.com
beijo, Lu

Ana disse...

Acho que os dois. E confesso, eu tambem estou.
Achar que Brasil e maravilhoso porque tem comida baiana e o fim. E realmente, pedir informacao em como ir pro Canada e o cumulo.

Eu so entro no Orkut pra ver scrap messages. E checo aqui e ali umas comunidades. Se me interessar em ajudar alguem, respondo. Se nao(o mais provavel), vazo de la. Eu ja sai de muita comunidade que TEM a ver comigo, como a Casada com Estrangeiro, porque nao aguentava mais a futilidade e burrice(ta, estou sendo preconceituosa, mas dane-se) de muitas meninas la. Anyway, eu fico tao online quanto voce, eu aposto! Beijo

Gean Oliveira disse...

Foi esse um dos motivos que eu sai do Orkut anteriormente. Sempre comentava la na comunidade Brasileiros em Toronto e foi a partir dela que voce me conheceu, certo? Ao menos, o nosso encontro la no Yummy Yummy foi assim :)

Concordo com vc sobre os assuntos tratados por la. A maioria so quer mesmo eh perguntar e tirar proveito de tudo. Eu antes na minha lista do orkut tinha quase 200 "amigos" porem nao conhecia sequer a metade deles. Dai a decisao de deletar minha conta e criar outra, com pessoas que eu realmente conheco e posso chamar de amigos :) Voce, alias, eh um deles!

Camilla disse...

Quando entro pra ler topicos nas comunidades, so vejo jogos, brincadeiras que nao acrescentam nada no tema a ser debatido!!

Pra mim, o orkut, so serve pra reencontrar amigos!!

Luly :) disse...

Oi, Marcelo!

To com vc!! Haja paciência pra aguentar as mesmas perguntas sempre e os comentários sem noção... Eu não gosto muito do Orkut... só tenho uma comunidade!! hahaha!

Bjoca

Luly :)

Ninne disse...

É por isso que não durei nem 3 meses no Orkut, fechei minha conta lá. Perda de tempo.

E, falando de expressões, tbm não gosto de "brazuca", mas a que menos suporto é "gringo". Dispensável memso.
Bjo

Laura disse...

Oi Marcelo

Eu leio o seu blog diariamente e hoje simplesmente adorei seu post!
Eu estou morando aqui em Calgary e tb acompanho as discussoes dessas comunidades no Orkut. Nao aguento ver as perguntas absurdas do pessoal que tem preguica de procurar o assunto na internet. A maioria nem sequer verifica o site do consulado no Brasil ou da imigracao.

Por isso prefiro acompanhar os blogs dos brasileiros que ja estao aqui no Canada.