segunda-feira, julho 11, 2005

Investimentos e Dinheiro

Entre minhas teorias relacionadas ao conhecimento e à sabedoria, melhor, sobre a busca da mesma, está a de que a verdadeira sabedoria está em o homem voltar às suas origens, voltar ao contato com a terra. A agricultura seria a forma do homem alcançar a sabedoria. Vou desenvolver essa teoria em breve, agora não é momento e nem aqui é o local mais adequado.

Mas o que eu não tinha percebido é que, além de fonte de sapiência, a agricultura pode ser muito lucrativa. MUITO, quero dizer. Mas põe MUITO nisso…

Vejam o caso do José Adalberto Vieira da Silva, assessor do irmão do ex-presidente do PT, José Genuíno, preso no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com cerca de R$ 440 mil, duzentos mil em notas de real e cem mil dólares na cueca: ele disse que esse dinheiro era proveniente da venda de verduras, afinal ele é agricultor, além de assessor de deputado. Não vou entrar em maiores detalhes, mas fiquei pensando sobre isso.

Primeiro de tudo, eu – ingenuamente, confesso, ou por estar morando for a do Brasil há quase um ano – não sabia que o preço das verduras estava tão elevado. O que estou fazendo aqui, me perguntei, quando tudo o que eu tinha que fazer era ter uma horta, umas plantinhas, e vendê-las num mercado. Bom, paciência, honestamente falando, não tenho tamanho tino comercial.

Contudo, existem outras coisas que não ficaram claras para mim, e que discutimos sábado à noite no EBS (Encontro de Blogueiros e Simpatizantes de Toronto – falo mais quando receber as fotos), principalmente o Henrique e eu, mas que contagiou os outros integrantes. Vejam só, ele foi pego porque identificaram dinheiro em espécie em sua mala, pelo raio-X. Perguntado qual o valor, afirmou que portava R$ 80 mil. Os policiais, ao contarem o dinheiro, encontraram duzentos mil reais.

O que fazer? Primeiro, se eu fosse policial federal, eu teria retirado esse dinheiro e devolvido a ele 80 mil, que é o que ele havia declarado. O que fazer com o dinheiro? Doar para instituições de caridade, comprar cestas básicas e doá-las, tanto faz. Por outro lado, vamos dar a ele o benefício da dúvida, por ser agricultor, humilde, talvez ele não fosse bom de matemática e tivesse contado mal. Talvez.

Mas aí resolveram revistá-lo, e encontraram cem mil dólares escondidos na cueca. Em espécie! Na cueca! Que coisa… Imagino que a inspeção foi motivada não pelo raio-X, mas pelo jeito que ele andava, como se estivesse cagado. Você caminharia normal com cem mil dólares nas cuecas? Eu não…

Mas isso não é tudo. Se ele tinha essa fortuna na cuecas, acho que seria mais do que justificado quebrar o sigilo dele e verificar se – além do dinheiro ocultado nas roupas de baixo – ele também não tinha alguma quantia aplicada na poupança.

Esses agricultores. Vai saber…

2 comentários:

Luly :) disse...

Hahahahhaha!!! Gostei da crônica!

É rir pra não chorar!!! A coisa aqui está feia demais, decepcionante demais e fedendo demais também, afinal é só podre vindo à tona! Afffff....

Bjoca

Luly :)

PS: Ninguém ainda falou do EBS... o que vcs estão escondendo, hein?!!

e-migrante disse...

Cara, sensacional.. realmente foi um excelente texto!!! ahhaha ta de parabéns, valeu!