quinta-feira, julho 28, 2005

O Mundo

Dias estranhos esses.

Torna-se complicado inclusive saber o que escrever nestas mal-traçadas linhas diárias a quem carinhosamente, como um pai-coruja, chamo de A Sopa no Exílio. Notícias pipocam de todos os lados, e cria-se um dilema: manter-me conectado à realidade, comentando fatos que acontecem no Brasil e no mundo, escrever sobre o meu próprio umbigo - meus pensamentos e reflexões sobre a vida e sobre meu “exílio” canadense – ou ainda sobre aspectos práticos da vida aqui no Canadá.

Tenho conseguido variar a escolha ou, ao menos, tento. Mas cada dia é mais difícil não escrever sobre o Brasil e sua crise política e de certa forma moral, ou sobre o terrorismo, o dos ataques em Londres e a posterior execução de um usuário do transporte coletivo, que não muda nada se era brasileiro ou do Azerbaijão, me interessa que era um passageiro comum que foi executado pela polícia, e além disso é uma história ainda muito mal contada em suas circunstâncias, e sinto que não posso dar uma opinião precisa sobre o assunto porque não sei muita coisa.

O mesmo acontece com a crise do Brasil. Não sei bem o que pensar sobre tudo, exceto a convicção de que se comprovada culpa, os culpados deve pagar por isso, mas isso é o óbvio, assim como aquilo que sempre foi um bandeira do partido envolvido – a honestidade e a retidão de caráter – não são virtudes a serem apregoadas, mas requisitos básicos que se exige de qualquer pessoa, muito mais na vida pública.

Em Toronto, o verão continua, os dias ainda são belos mas desde ontem a temperatura diminuiu um pouco, e hoje foi um dia bem agradável, mas parece que foram fechadas estações do metrô por ameaça de bomba. Não vi, hoje saí mais cedo e tudo funcionava a contento, como habitualmente, mas parece que Londres vem se aproximando daqui. E que quem venceu a guerra, independente do que acontecer no futuro, foram os terroristas, que criaram um clima em que ninguém sente-se seguro em lugar algum. Eu não, sou meio inconsequënte mesmo. Comigo, pelo menos não funciona, mas não estamos falando de mim, certo?

Até.

2 comentários:

Ana disse...

Um mix :)

Vamos ao restaurante no domingo sim(a nao ser que tenhamos que cancelar por um problema de ultima hora). See you there.

Camilla disse...

Pois e'!! Nao existe mais lugar seguro no mundo!!