terça-feira, julho 26, 2005

A Vaidade Masculina

Até há uns poucos anos, esse era um assunto tabu: vaidade e masculinidade eram quase opostos. Mas – sabe como é, os tempos são outros – isso mudou.

Agora os homens se cuidam mais, desde o guarda-roupa, dietas, exercícios, cirurgias plásticas. Até cremes para pele. Confesso que sou um cara antenado com o meu tempo, mas usar creme para rugas, nem pensar… De qualquer forma, a vaidade deixou de ser um atributo feminino.

Até aí, nada demais. O risco que se corre é o de exagerar nessa coisa de cuidados com o cabelo, as unhas, etc, e transpor a linha imaginária que separa o metrossexual da frescura pura e simples. Para alguns, a fronteira é muito tênue, e até passam para o outro lado da linha, muitas vezes saltitando. Outros, ao contrário, jamais enfrentarão esse tipo de problema ou dilema. O Magno, por exemplo, nem se ele tentasse – pintando as unhas, por exemplo – ele conseguiria parecer afetado demais.

O que eu não sabia, a bem dizer, nunca havia me dado conta, é que existe toda uma linha de produtos para reforçar a idéia de que, além de ser homem, se é um troglodita, um dedo destroncado, um selvagem. E vende bem. Um vez, vejam só, comprei um xampu “Para homens”, achando apenas que era para pessoas do sexo masculino. Ingenuidade minha. Homem que é homem não usa xampu, usa sabão de coco, e toma banho frio, sempre. O máximo que se permite é esse xampu, que além de lavar o cabelo, caspa. Porque homem que é homem tem caspa.

Assim como um desodorante que comprei esses tempo e que usei por alguns dias até descobrir que ele dava (ou tinha o odor de) asa. Podia ser até o desodorante Red Bull, “te dá aaasaaas”.

O que vem mais por aí?

(não vou falar sobre política do Brasil por alguns dias – ou não – porque tenho que me recuperar do choque que tive ao ler a fundo as notícias vindas de Brasília sobre o esquema de corrupção que está sendo descoberto. Quando passar a náusea, volto a falar disso)

Até.

9 comentários:

Ana disse...

Marcelo,

Eu nunca tive tempo de ver filme daquele jeito nao, fui forcada infelizmente, ja que sou menina e gosto MESMO de Willie Wonka. Mas tudo bem...o que a gente nao faz pra deixar o marido feliz :P

Eu gostei do texto. Tem que se tomar cuidado pra nao deixar de ser Marcelo e virar David Metrosexual Beckham e comecar a usar calcinhas :P

Voce vai almocar com a Ninne no domingo?! Beijo

Ana disse...

Ate agora tudo certo por aqui.

Monique disse...

Acho importante a vaidade, mas tem um certo limite.Por exemplo passar base nas unhas, pintar a barba e creme para rugas, hummm sei não. Abrçs,

Monique disse...

Oi Marcelo; Adorei ler seu comentário sobre a tal dieta que postei. Vc está certo em dizer que as pessoas querem soluções mágicas, ao inves de seguirem uma dieta balanceada. Eu não fazia a menor idéia da utilidade das injeções, agora tá explicado. Claro que vc vai ser convidado pro cinema, só tava brincando, já que vc disse que não gostava de cinema no seu questionário. Abrçs,

Camilla disse...

Homem tem que se cuidar!! Fica mais interessante!!!

thecoolestblog disse...

Cool blog and cool message

e-migrante disse...

Realmente Marcelo, a linha entre a vaidade e a frescura é mesmo muuuuuuuuuuuito tênue.... abraços!

Ana disse...

Oi Marcelo,
Eu tava passeando pelo Orkut e fui ver aquele topico "Sotaque Americano ou Britanico". Vi que voce postou la. Nao fui eu que criou o topico, foi um menino que perguntou como era no Canada. Eu falei que escrito era o "correto"(ja que e o usado no inicio de tudo - e antes de ser americanizado) e tudo mais. Fiquei de cara quando vi que o menino apagou o topico e eu fiquei como a criadora rsrsrsrs!
Sabes quem vai domingo?

Anônimo disse...

Oi Marcelo, que saudades!! Já que estou viajando, afinal em julho as professoras viajam... Não estou podendo ler teus textos!! Estou "viciada" em te ler diariamente, mesmo que seje questionários da época do meu primeiro grau ( década de 80...)Onde estou fica complicado acessar a rede..mas não tem problema... semana que vem voltarei pra rotina dura da escola ... porém deliciosa em poder estar pertinho de ti (ao menos pela internet... que a Jacque não me interperete mal!!!)Hehehehe Bjcoas da Ge.